Antigamente, a maioria das pessoas nem sonhavam em um dia fazer uma viagem de cruzeiro. Hoje, no entanto, essa experiência vem se tornando cada vez mais popular, o que se deve, principalmente, ao fato de esse tipo de viagem passar a apresentar, nos últimos anos, preços mais acessíveis e condições de pagamento que se ajustam ao bolso e às condições dos turistas.

orém, certamente, esse não é o único motivo pelo qual cada vez mais pessoas têm buscado curtir os dias de descanso em alto mar. Afinal, as atrações e experiências que um navio proporcionam são únicas e fascinantes!

Além disso, há ainda outros fatores que destacam a viagem de cruzeiro em relação a todas as outras: a praticidade e o custo-benefício.

Outros tipos de viagem exigem um período de planejamento para a compra de passagens, reserva de hotel e elaboração do roteiro. Até porque, quando finalmente chegar em seu destino, você já vai querer ter à mão a lista de todos os pontos turísticos e restaurantes que pretende visitar.

Essa etapa de preparação leva tempo e o que é mais importante: exige que você faça uma série de investimentos diferentes. No caso das viagens de cruzeiro, no entanto, nada disso é necessário. Afinal, os serviços estão inclusos em um único pacote, o que significa que você terá todos os gastos reunidos em um só valor e não precisará perder tempo fazendo pesquisas e planejamentos sobre onde ficar hospedado, quais locais visitar e quais evitar, etc.

Percebeu como fazer uma viagem de cruzeiro pode ser prazeroso e vantajoso? Então, confira, agora, como se preparar para essa experiência incrível, caso resolva vivê-la em breve:

Roteiro da viagem

A principal vantagem de estar a bordo de um navio é a possibilidade de acordar cada dia em um lugar diferente e, o que é melhor, poder conhecer cada um deles sem precisar se preocupar em fazer as malas diariamente e transportá-las de um local para outro.

Os destinos que você irá conhecer e o tempo que passará navegando, no entanto, irá depender do seu interesse e da sua disponibilidade – e esses são os únicos fatores que você deverá pesquisar e avaliar antes de assinar o contrato da sua viagem de cruzeiro, principalmente se for a sua primeira experiência em alto mar.

Hoje em dia, existe uma infinidade de itinerários disponíveis no mercado. Normalmente, quanto mais longe ou mais paradas houver durante a navegação, mais duradoura será a viagem.

Se você nunca esteve em um navio antes, uma dica importante é optar por um passeio mais curto. Assim, você poderá avaliar se gosta da experiência e, principalmente, se conseguirá se adaptar para fazer viagens mais longas.

Além disso, outra dica valiosa é analisar qual o seu objetivo a bordo de um navio. Caso o seu interesse seja realmente aproveitar o que a embarcação tem para oferecer, uma boa ideia é optar por cruzeiros que passam mais dias navegando ou, então, não desembarcar, quando o navio fizer as suas paradas.

Se o seu objetivo, no entanto, for realmente conhecer cidades novas, o indicado é procurar por uma viagem de cruzeiro que dedique menos dias exclusivamente à navegação e que tenha um itinerário interessante para você.

Documentos

Os documentos necessários para uma viagem de cruzeiro são os mesmos exigidos para outros tipos de viagens e eles variam de acordo com o itinerário do navio. Se você vai embarcar no Brasil e navegar somente pela costa brasileira ou em países do Mercosul, em que não é necessário ter visto ou passaporte, você só precisará levar consigo obrigatoriamente o seu RG.

DICA: Em algumas companhias, outros tipos de documentos com foto, como CNH, CREA, CRM e AOB, não são aceitos. Por isso, o ideal é carregar com você sempre o seu RG, que deve estar em bom estado de conservação e ter ao menos 10 anos de validade.

Para viajar para destinos internacionais que, normalmente, exigem visto e passaporte, você deve providenciar esses documentos e apresentá-los tanto no momento de embarque e desembarque, quanto nas paradas.

Outro documento que pode ser necessário é o Certificado Internacional de Vacinação. Por isso, antes de embarcar, confira se há a necessidade de você tomar alguma vacina específica e atualizar a sua carteirinha. Caso contrário, a sua entrada no país de destino pode ser negada!

Bagagem

A bagagem é um fator importante em uma viagem de cruzeiro. Isso porque, dependendo do tipo da sua cabine, o espaço que você terá disponível para armazená-la será pequeno e o excesso de malas pode acabar virando um incômodo durante os seus dias a bordo do navio.

DICA: embora não exista um limite de malas por pessoa, o indicado pela Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos é que cada passageiro leve no máximo dois volumes, de aproximadamente 20 kg cada um, além das bagagens de mão.

O ideal é montar uma mala bem objetiva, isso é, com itens que você realmente vai precisar. Para isso, leve em consideração a época do ano em que a viagem será realizada, o tipo das cidades em que serão feitas as paradas e a quantidade de dias que você permanecerá a bordo.

De qualquer forma, para o dia a dia no navio, roupas confortáveis são sempre as mais indicadas. Já para a noite, vale a pena conferir com antecedência qual será a programação do cruzeiro, pois as embarcações costumam organizar eventos de gala e outras festas temáticas e você pode precisar levar peças de roupas adequadas para essas ocasiões.

 

Além das roupas, é essencial não se esquecer de outros itens importantes, como protetor solar, óculos de sol e remédios de uso diário ou que podem ser úteis enquanto você estiver longe de casa (como, por exemplo, para dor de cabeça, dores musculares e também para o estômago).

DICA: a viagem de cruzeiro pode causar tonturas e enjoos em algumas pessoas, por isso, para não ter o seu passeio prejudicado pelo mal-estar, uma boa dica é incluir na sua bagagem um remédio para esses problemas. 

Embarque

 

O processo de embarque em um cruzeiro não se diferencia muito do embarque em avião. Porém, você tem que levar em consideração que um navio comporta milhares de pessoas a mais, o que pode tumultuar e complicar a sua entrada na embarcação.

O ideal é chegar no terminal de embarque com algumas horas de antecedência. Assim, mesmo se você pegar um trânsito na cidade ou chegar em um horário de muito movimento, não haverá nenhum risco de ficar de fora do embarque – mesmo porque, os navios costumam zarpar no horário previsto e não ficam esperando passageiros atrasados.

Quando chegar no porto, o primeiro passo é despachar as suas bagagens, que já serão direcionadas para a sua cabine. Durante essa etapa, será necessário apresentar o seu voucher e também os seus documentos.

Normalmente, as companhias utilizam senhas para organizar o embarque do navio (você receberá a sua no momento em que for despachar as suas malas). Basta, então, aguardar o seu número ser chamado. Depois, você passará pelo detector de metais e, finalmente, poderá embarcar rumo à sua tão sonhada viagem de cruzeiro!

Pagamentos

Não importa qual o itinerário do navio, todos os gastos serão cobrados em dólar por meio de um cartão magnético, que será entregue a você no momento do embarque.

Para utilizar esse cartão, basta você fazer um depósito em dinheiro na quantia que desejar ou veiculá-lo ao seu cartão de crédito ou de débito. O local onde você deverá realizar essas operações será indicado pela tripulação do navio e você pode tanto fazer novos depósitos ao longo da viagem, quanto recuperar a quantia no momento de desembarque, caso não a utilize por completo.

De modo geral, os pacotes de viagem incluem a acomodação nas cabines, refeições, algumas atividades de entretenimento realizadas a bordo (como festas e espetáculos) e, em alguns casos, até mesmo as bebidas.

Todos os serviços que não fazem parte do pacote, portanto, serão cobrados em seu cartão magnético, caso resolva utilizá-los, como as refeições em alguns restaurantes específicos, bebidas, excursões em terra, jogos no casino, serviços de lavanderia, compras no duty free, etc.

A bordo

 

É normal você ficar um pouco confuso e perdido nas primeiras horas a bordo do navio, principalmente se essa for a sua primeira viagem de cruzeiro. Afinal, as embarcações são enormes e vai um tempo até você se localizar.

Uma boa dica é procurar pela sua cabine logo que embarcar. Assim, você poderá deixar a sua bagagem de mão e fazer o tour pelo navio com mais facilidade. Para encontrar o local onde você ficará acomodado, peça ajuda aos tripulantes e marque pontos de referência, que irão ajudá-lo a se orientar dentro da embarcação.

Também é interessante ficar atento aos folders e panfletos que normalmente são colocados em alguns pontos do navio e na porta da sua cabine. Neles, são divulgadas as programações diárias do cruzeiro, além de alguns avisos e informações importantes.

Depois de seguir essas dicas, a nossa última sugestão é aproveitar ao máximo o seu passeio em alto mar!

add your comment